Reflexão Interna Total

Transmissão > Reflexão Interna Total

Como se pode observar na Figura 1, quando o Raio de Luz embate na Fronteira entre os dois Meios diferentes, o Meio 1 e o Meio 2, com um certo Ângulo de Incidência, i, uma parte é Refractada, com um Ângulo de Refracção, r, e outra parte é, novamente, Reflectida para o Meio original, com um Ângulo de Reflexão, i’, igual ao Ângulo de Incidência, i.

Figura 1: Refracção e Reflexão de um Feixe de Luz na Fronteira de dois Meios diferentes

O Índice de Refracção, n, de um Meio, é a razão entre a Velocidade da Luz no Vácuo, c, e a Velocidade da Luz ao atravessar esse Meio, v. Isto é, n = c/v. Quanto Maior for o Índice de Refracção Menor é a Velocidade da Luz através do Meio.

Quando um Feixe de Luz se propaga de um Meio com Elevado Índice de Refracção, n1, para um Meio com Baixo Índice de Refracção, n2, não há Refracção se o Ângulo de Incidência for maior que um determinado ângulo, designado por Ângulo Crítico, θ, Figura 2. O Feixe de Luz é totalmente Reflectido, no Meio original, designando-se este fenómeno por Reflexão Interna Total.

Figura 2: Refracção e Reflexão de um Feixe de Luz na Fronteira de dois Meios diferentes, para diferentes Ângulos de Incidência

Sendo n1 e n2 o Índice de Refracção do Meio 1 e do Meio 2, o Ângulo Crítico, θ, do Feixe de Luz que passa do Meio 1 para o Meio 2, pode ser determinado pela seguinte fórmula:

O Raio Laser mantém-se no interior do Meio, devido à Reflexão Interna Total.

O Raio Laser degrada-se, quando se propaga no interior da Barra, principalmente, devido a Impurezas dentro da mesma. Uma Fibra Óptica Verdadeira é feita de Vidro muito puro, em vez de Plástico.

Se o Vidro contiver muito poucas Impurezas e se for utilizada uma Frequência adequada, o Raio Laser pode propagar-se a vários quilómetros de distância devido à reduzida Atenuação.

Transmissão > Reflexão Interna Total